Notícias e Eventos

Noticia

Projetos WACOMP financiados pela UE juntam as mãos para melhorar o conhecimento sobre a segurança sanitária dos alimentos na África Ocidental

No âmbito da componente guineense do Programa de Competitividade para a África Ocidental (WACOMP), financiando pela União Europeia e implementado pela ONUDI, sessenta participantes receberam ações de formação sobre o Sistema de Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos, HACCP,  e a Norma ISO 22000. O Sistema HACCP é um sistema que permite identificar, avaliar e controlar os perigos que ameaçam a segurança sanitária dos alimentos, enquanto que a norma ISO 22000 refere-se um sistema de gestão da segurança dos alimentos, baseado nos  princípios do HACCP, desenvolvido pela Organização Internacional de Normalização, ISO. Estas ações de formação on-line foram as primeiras do tipo, já que além dos trinta (30) participantes da Guiné-Bissau, incluíram, ainda, trinta (30) outros participantes de outras componentes do WACOMP administradas pela ONUDI, provenientes de nove (9) países da região: Guiné-Bissau, Guiné-Conacri, Gana, Gâmbia, Benim, Burkina Faso, Costa do Marfim, Libéria e Togo. Dado o sucesso, essas ações de formação conjuntas serão expandidas e alargadas a todos as componentes do WACOMP.

No seu discurso de abertura, Christophe Yvetot, Representante da ONUDI no Senegal, Guiné-Bissau, Gâmbia, Cabo Verde e Mauritânia, sublinhou que “as ações de formação em HACCP e ISO 22000 são cruciais para garantir a capacitação nas áreas de garantia e gestão da segurança sanitária dos alimentos dos responsáveis ​​pela execução das atividades de avaliação da conformidade, bem como dos técnicos responsáveis pela segurança sanitária e qualidade dos alimentos nas empresas de referência.

O WACOMP é financiado por uma contribuição de 116 milhões de euros ao abrigo do 11º Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED). Inclui uma componente regional e 16 componentes nacionais. O objetivo do programa é fortalecer a competitividade dos países da África Ocidental e melhorar sua integração no sistema de comércio regional e internacional. A ONUDI foi incumbida da implementação da componente regional, bem como de seis componentes nacionais respeitantes a Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Serra Leoa e parte da componente de Cabo Verde. Com um portfolio de 29 milhões de euros, a UNIDO é, por conseguinte, a principal agência de implementação da WACOMP.

Para mais informações, por favor contate Bernard Bau (B.Bau@unido.org)